terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

CAMINHADA SUBIDA A SERRA DO ITABERABA - CADERNO CULTURAL A REVISTA








FOTOS DE
Subida da trilha para a Serra Itaberaba/ Pedra Branca 14,5km +/- 900m de altura. 1600 calorias, lindas paisagens. Para a recompensa da paisagem é preciso pagar o preço da subida. S.R




A CAMINHADA FOI UM SUCESSO QUE OS PARTICIPANTES MESMOS EMPREENDERAM.
PARABÉNS AOS ORGANIZADORES DO
E A PREFEITURA DE SANTA IZABEL



Domingo, 9 de março às 06:30


Você foi convidado por Turismo De Aventura Ecoturismo

Magnífica caminhada que será realizada em um lindo lugar na grande São Paulo, aonde os participantes realizarão uma atividade muito benéfica á saúde e desfrutarão do contato com a Natureza em uma exuberante paisagem em remanescentes de Mata Atlântica.
Este evento é organizado pelo Rafael Morais e por sua noiva Sidneia Maciel, professora de Biologia especializada em Educação Ambiental. O próprio Rafael salienta que muitos colegas seus e de sua noiva colaboram para que a Caminhada ocorra com ordem e e segurança.  
A nós da TV Artponto, cabe acompanhar e apoiar seus organizadores. Parabéns a todos!
Passamos a aguardar mais notícias do evento.






Sobre o Parque
Histórico

O processo de criação dos Parques Estaduais Itaberaba, Itapetinga e Monumento Natural Pedra Grande, foi resultado da estratégia estabelecida pelo Governo do Estado de São Paulo, em criar áreas naturais protegidas para a efetiva conservação da biodiversidade e proteção de espécies ameaçadas do Contínuo Cantareira. Reconhecendo a importância dessas áreas, a alta diversidade biológica, a conectividade dos fragmentos florestais nativos, constituindo importante corredor ecológico entre as Serras da Cantareira e Mantiqueira e todos os benefícios ligados à sua existência, além da proteção de três Unidades de Gerenciamento Hídrico – UGHRs, Bacias Hidrográficas do Alto Tietê, Paraíba do Sul e PCJ – Piracicaba, Capivari, Jundiaí, iniciou em 2007, estudos para avaliação de potenciais áreas no eixo norte-noroeste do PE da Cantareira, com vistas à criação de novas UCs.
Desses estudos foram definidos dois polígonos a noroeste do PE da Cantareira, localizados nas Serras de Itaberaba e Itapetinga. O esforço culminou na assinatura do Decreto Nº. 54.746/2009, que instituiu à essas áreas uma Limitação Administrativa  Provisória (LAP), paralelamente à continuidade dos estudos técnicos. Com a LAP, por período de 07 meses houve o congelamento das atividades potencialmente causadoras de degradação ambiental.  Em 30 de Março de 2010 o Decreto nº. 55.662 criou o Parque Estadual de Itaberaba, o Parque Estadual de Itapetinga e o Monumento Natural Pedra Grande.
Sobre o Parque
Importante área de conectividade na extensão norte/noroeste da Serra da Cantareira com a Serra da Mantiqueira, o Parque Estadual Itaberaba apresenta alta diversidade biológica, fauna variada com grande número de espécies endêmicas de Mata Atlântica e várias espécies raras ou ameaçadas de extinção. Conforme estudos realizados, foram detectadas espécies de mamíferos de médio e grande porte classificadas em algum tipo de ameaça, o que reforça a importância da conservação da área para a manutenção deste bioma que está entre os principais hot-spots de endemismo do mundo.
A flora do Parque Estadual Itaberaba apresenta composição florística bastante heterogênea com formação florestal de Mata Atlântica caracterizada pela Floresta Ombrófila Densa Montana. Quanto aos aspectos geológicos avistamos no Parque os Mares de Morros com altitudes que variam de 660m a 1420m. O PE Itaberaba apresenta vários sítios geológicos, arqueológicos e culturais com importante potencial educacional, turístico e científico.
O PE Itaberaba é uma das Unidades de Conservação de Proteção Integral administradas pela Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo, órgão vinculado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente.
No organograma funcional da Fundação Florestal, o PE Itaberaba faz parte do Núcleo Metropolitano e Interior, ligado à Gerência de Conservação Ambiental Metropolitana.
O Parque encontra-se em fase de levantamentos de campo e inventário cadastral pelo ITESP das propriedades inseridas na UC, visando sua efetiva regularização fundiária através dos processos de desapropriação. Concomitante, está sendo implantado o Plano Emergencial de Proteção, com o objetivo de possibilitar a fiscalização das áreas, que embora ainda não seja de domínio público abriga grande “tesouro” ambiental, com seus recursos naturais e biodiversidade inserida.
Sobre a Região
Muitos são os benefícios oferecidos pelas áreas naturais protegidas, principalmente nas regiões metropolitanas, com ganhos expressivos em qualidade de vida através dos serviços ambientais que a UC oferece. O contato mais próximo e interativo com a natureza, a regulação e o conforto climático, a água de boa qualidade, a valorização da cultura e identidade local, a manutenção da biodiversidade, o contexto da paisagem notável e seus potenciais atrativos turísticos.


Informações:


Área
15.113,11 hectares
Bioma
Mata Atlântica - Floresta Ombrófila Densa Montana
Localização
Abrange os Municípios de Guarulhos, Arujá, Santa Isabel, Nazaré Paulista e Mairiporã
Mais Informações
a) Sede Administrativa:
Dias e horário de funcionamento: de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 17h.
Telefones para informação: (11) 2997-5000 ramal 350 / (11) 95652-1434
E-mail: pe.itaberaba@fflorestal.sp.gov.br
Gestor (a):Ana Lúcia Arromba
Endereço: Rua do Horto, 931 – Horto Florestal, São Paulo capital CEP.: 02377-000
b) Visitação:
O Parque encontra-se em processo de regularização fundiária. Não há Programa e projetos de Visitação Pública

Notícias Relacionadas



GIBRAN E LÍBANO CALIL APROVAM SERRA DO ITABERABA


 
CADERNO CULTURAL A REVISTA É UM ÓRGÃO DA


ENTRE EM CONTATO CONOSCO

______________________________________________________
______________________________________________________
Líbano Montesanti Calil Atallah