sábado, 28 de setembro de 2013

TV CRONÓPIOS - A MANHÃ E SEUS DEUSES, Y. FUJYAMA - CADERNO CULTURAL A REVISTA

Pipol Cronopios





O programa Zootropo entrevista Noelle Pine, uma das grandes musas do brasileiríssimo gênero que foi marco de uma época no cinema nacional: a pornochanchada. Os tempos eram de ditadura militar e pornochanchada. Na definição de Noelle, a Rua do Triunfo, no centro de São Paulo, era a “Hollyboca” do cinema paulista. Estamos falando da famosa Boca do Lixo, que na verdade era um luxo só. Noelle Pine é estrela importante nesse cenário incrível e único na história do cinema brasileiro. Vale a pena viajar até aquele tempo nessa entrevista de Rafael Spaca para o programa Zootropo.

O Zootropo traz um enfoque bem particular do cinema nacional, graças ao Rafael Spaca e seu olhar agudo sobre aspectos pouco explorados pela crítica cinematográfica. Rafael é mantenedor do já famoso blog Os Curtos Filmes (http://oscurtosfilmes.blogspot.com.br/) e recentemente lançou pela editora Verve o livro “Curta metragem, compilação de ideias e entrevistas do blog Os Curtos Filmes”. Foi dele a ideia desse novo projeto do Portal Cronópios. O Zootropo é tem a parceria da Reserva Cultural de cinema e arte, onde gravaremos todos os episódios do programa. Assista agora essa nova e original produção da TV Cronópios.


Clique aqui para assistir
http://www.cronopios.com.br/site/artigos.asp?id=5751

O programa Zootropo entrevista Noelle Pine, uma das grandes musas do brasileiríssimo gênero que foi marco de uma época no cinema nacional: a pornochanchada. Os tempos eram de ditadura militar e pornochanchada. Na definição de Noelle, a Rua do Triunfo, no centro de São Paulo, era a “Hollyboca” do cinema paulista. Estamos falando da famosa Boca do Lixo, que na verdade era um luxo só. Noelle Pine é estrela importante nesse cenário incrível e único na história do cinema brasileiro. Vale a pena viajar até aquele tempo nessa entrevista de Rafael Spaca para o programa Zootropo.

O Zootropo traz um enfoque bem particular do cinema nacional, graças ao Rafael Spaca e seu olhar agudo sobre aspectos pouco explorados pela crítica cinematográfica. Rafael é mantenedor do já famoso blog Os Curtos Filmes (http://oscurtosfilmes.blogspot.com.br/) e recentemente lançou pela editora Verve o livro “Curta metragem, compilação de ideias e entrevistas do blog Os Curtos Filmes”. Foi dele a ideia desse novo projeto do Portal Cronópios. O Zootropo é tem a parceria da Reserva Cultural de cinema e arte, onde gravaremos todos os episódios do programa. Assista agora essa nova e original produção da TV Cronópios.

______________________________________________________
______________________________________________________

  
A MANHÃ E SEUS DEUSES, Y. FUJYAMA
www.cronopios.com.br


Elogiado e muito festejado por Sérgio Milliet, Valdemar Cavalcanti, Mário Chamie, Renata Pallottini, Raduan Nassar e muitos outros intelectuais e artistas importantes, o poeta Y. Fujyama deixou de publicar após o lançamento do seu segundo livro de poemas: A manhã e seus deuses. Estamos falando de 1958. O primeiro livro, Nítida paisagem, é de 1955. Por que Y. Fujyama deixou de publicar mesmo após a excelente receptividade de seu trabalho? Seus livros de poemas são raríssimos - o Valdir Rocha, idealizador e produtor desse documentário, adquiriu o último exemplar que encontrou no site Estante Virtual. E como o livro está esgotado, o Valdir providenciou um PDF da obra para podermos tomar conhecimento desse grande poeta. O link para você baixar o arquivo está na página do Portal Cronópios. O documentário foi gravado durante uma visita do poeta Y. Fujyama ao nosso grupo de escritores, cantores, compositores e poetas, organizado pelo Valdir Rocha em seu estúdio. Você tem aqui a oportunidade de conhecer a pessoa e a obra de um dos grandes poetas brasileiros do século 20. E agora também do século 21, porque Y. Fujyama nunca parou realmente de escrever e está planejando um novo livro.
  

A manhã e seus deuses - Y. Fujyama

]

Assista agora mesmo. Leia Y. Fujyama. É um privilégio.

______________________________________________________
______________________________________________________

FICHA TÉCNICA:
Agradecimento: Y. Fujyama
Entrevistadores: Eunice Arruda, Valdir Rocha, Celso de Alencar e Rosely Lordello
Produção: Valdir Rocha
Som direto: Rosely Lordello
Câmera e montagem: Pipol
Realização: TV Cronópios, Portal Cronópios



CADERNO CULTURAL A REVISTA É UM ÓRGÃO DA
______________________________________________________
______________________________________________________
Líbano Montesanti Calil Atallah